Fechar
Abrir

Clube Náutico de Avis, um “oásis” para os “amantes” do remo

O clube náutico instalado numa das margens da albufeira do Maranhão constitui um dos principais espaços de lazer do concelho de Avis, no Alto Alentejo, oferecendo a quem gosta de remo condições consideradas “únicas” para a prática da modalidade.

Situado a pouco mais de um quilómetro da vila de Avis, no distrito de Portalegre, o espaço, que foi remodelado há cerca de uma década, é composto por um parque de campismo com dez apartamentos, piscinas, restaurante, hangar náutico, parque de merendas, parque infantil e solário, numa área com cerca de 96 hectares.

“O perfil do turista que frequenta o clube e permanece no parque de campismo é muito diversificado. O espaço é também muito frequentado pelos amantes da pesca desportiva e dos desportos náuticos (canoagem e remo) e por praticantes de BTT”, explica à agência Lusa o presidente do município, Nuno Silva.

Considerado pelo autarca como um dos “grandes polos de atração” turística da zona, o complexo “não se restringe” apenas a espaço de lazer e de desporto, sendo apontado também como “um elemento de valorização do património natural do concelho e, em particular, da albufeira do Maranhão”.

Devido às “excelentes condições” da albufeira para a prática de desportos náuticos, sobretudo do remo, salienta o autarca, tem sido feito, ao longo dos tempos, “um forte investimento” na prática desta modalidade desportiva na zona.

Nuno Silva relata que, “graças à envolvência” que existe entre o clube náutico e a barragem do Maranhão, é frequente permanecerem em Avis seleções olímpicas de remo a efetuar estágios.

Anualmente, o município promove também, em parceria com várias entidades ligadas ao setor, um conjunto de provas de remo que contam com a participação dos melhores atletas nacionais e internacionais.

Para Luís Teixeira, profissional de remo e proprietário do Hotel da Cortesia, situado junto ao espelho de água, a albufeira do Maranhão reúne “todas as condições” para a prática da modalidade, permitindo treinos de longa duração “sem nenhuma” interrupção.

“A albufeira tem três braços, todos eles muito longos, permitindo realizar treinos de longa duração, sem nenhuma interrupção, podendo-se também, desta forma, desenvolver três opções de treinos”, explica à Lusa.

Segundo o empresário, o facto de a albufeira não possuir correntes “também é muito importante” para a prática da modalidade.

Com uma escola de windsurf ao dispor dos munícipes e dos visitantes no período de verão, o Clube Náutico de Avis vai também oferecer, em breve, um trilho destinado aos adeptos dos passeios pedestres.

De acordo com Nuno Silva, o município está a desenvolver um circuito pedestre cujo traçado vai “unir” o clube à vila de Avis.

“É um circuito à beira da estrada para as pessoas que querem fazer caminhadas ou andar de bicicleta”, explica.

 

Voltar atrás